Pedal de Tremolo / Efeito de Tremolo

O pedal de Tremolo é talvez um dos efeitos mais simples na teoria, existente em alguns amplificadores até dos mais simples.

Lembro de um ampli basicão (acho que era Meteoro) do início dos anos 90 que tinha.

Fender Vibro King

Fender Vibro King

O efeito de tremolo é às vezes confundido com Vibrato, mas são bem diferentes. O pedal de tremolo provoca a oscilação do volume do sinal (ou panning, ou seja, oscilação entre as caixas direita e esquerda num sinal estéreo). O vibrato oscila a afinação da nota para mais e para menos, provocando um efeito mais claro de modulação da onda.

Alguns chamam a alavanca da guitarra de tremolo, quando na verdade ela provoca um efeito de vibrato. Mais explicações aqui no site da Fender.

O efeito de tremolo ficou bem famoso com os amplis da Fender que vem com ele embarcado, como os Vibro-Verb e Vibro-King. Pode ir de algo mais sutil como uma simples oscilação, passando por uns blues bem chorosos e rockabilly / punk lamuriosos até chegar em oscilações tipo ‘How soon is now’ do The Smiths.

Claro que o tipo de pedal e o tipo de variação que ele cria na onda mudam bastante.

Os pedais de tremolo mais comuns (assim como os efeitos embarcados de amplificador) são tipicamente mono, mas alguns pedais estéreo mais caros simulam o efeito de rotação (rotary speaker) com frequência mesclando efeito Chorus e partindo pro lado do Vibrato.

Achei uns muito legais.

Um pedal de tremolo que curti é o Red Witch Medusa, que tem Tremolo e Chorus, como mencionado acima:

O outro é uma das belezuras da Lovepedal, que faz horrores com um pedalzinho pouco maior que um maço de cigarros:

E o Fulltone Supa-Trem, mais versátil talvez:

Pedal de Tremolo – Vale a pena ir atrás de um!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *