Alto-falantes Celestion

Celestion - Slash

Celestion - Slash

Dei uma pesquisada em alto-falantes e obviamente passei um tempo vendo os maravilhosos alto-falantes Celestion. Eles são tidos como os melhores alto-falantes do mundo, utilizados pelos melhores fabricantes (como Marshall e Vox, por exemplo) e em consequência por muitos dos melhores artistas do mundo como Slash, Steve Vai, Van Halen, Angus Young, …(talvez fosse mais fácil tentar encontrar os artistas que NÃO usam kkk). No site deles tem uma pequena lista de alguns aqui.

Se você possui um amplificador com alto-falantes Celestion deve saber do que estou falando. Se não tem, sugiro dar uma pesquisada no assunto e encontrar o modelo que mais se adequa ao seu estilo. Um dia quem sabe você pode mandar trocar o falante do seu ampli. No site da Celestion essa página mostra algumas recomendações de troca de alto-falantes, conforme seu estilo e amplificador.

Claro, coloque um falante bom num ampli bom! Um alto falante bom num amplificador ruim só vai ressaltar o som ruim! (famoso “shit in, shit out”).

Aqui tomo a liberdade de traduzir (tradução livre) o descritivo dos alto-falantes mais conhecidos deles:

Celestion G12M GreenBack O primeiro alto-falante da Celestion com estrutura de imã de cer[bb]âmica, o G12M Greenback apresenta quase o mesmo fluxo magnético que uma formulação tipo Alnico, mas em um espaço menor. Como resultado, o Greenback se tornou o alto-falante que abriu caminho para uso em amplificadores de potências muito maiores. E claro, o imã cerâmico apresenta suas próprias características tonais únicas.

O Greenback tem um caráter alto e assertivo que soa muito bem através de um amplificador valvulado empurrado por um overdrive. O alto-falante evoluiu nas últimas décadas e ainda apresenta aquele timbre “amadeirado” familiar e com porrada.

Celestion G12M Greenback

Celestion G12M Greenback

Celestion Vintage 30 – Fizemos o uso pioneiro de Interferômetro de Laser Doppler para analisar o comportamento do cone de um Celestion Blue original. Assim conseguimos formar um modelo preciso das características do alto-falante vintage e aplicar a um alto-falante utilizando materiais modernos que suportam mais potência.

Descobrimos que os imâs Celestion ‘H’ eram os mais parecidos em performance com os Alnico. Isso foi associado a um novo cone e uma nova técnica de montagem da bobina empregando materiais modernos com massa e propriedades físicas similares ao original, mas mais aptos a suportar o calor adicional gerado pelos novos amplificadores de alta potência.

Duas vezes mais alto que qualquer outro no mesmo nível de potência, o Vintage 30 aguenta facilmente um overdrive pauleira. Graves firmes, médios gordos e um top end (agudos) rico em harmônicos tornam o Vintage 30 uma excelente caixa 4×12. Claro, também serve em qualquer outro tipo de caixa!

Celestion G12T-75 – Trazendo uma nova era de alto-falantes power quando foi lançado, o G12T-75 é visto por muitos como a última encarnação do G12M original – um greenback anabolizado! Com sua qualidade tonal agressiva e cheia de picos, o G12T-75 é usado extensamente nas mais diversas caixas, como o lendário Marshall 1960.

Trata-se do alto-falante para guitarra mais vendido de todos os tempos. É incrivelmente versátil, mantendo-se limpo mesmo em volumes muito altos. Mas é no rock e no metal que esse falante fez sua fama, com ênfase em grandes baixos, médios expansivos e altos vibrantes.

Celestion Alnico Blue O primeiro alto-falante específico para guitarras e parte da história da música. Nos idos de 1950, Celestion identificou uma nova raça de músicos – os guitarristas – e respondeu aos seus anseios por um alto-falante resistente e confiável modificando o alto-falante de rádio G12. O caráter tonal único do Celestion Blue, combinado com amplificadores valvulados da época, ajudou a definir a guitarra elétrica como a conhecemos hoje.

Algumas variantes de outras cores foram lançadas, incluindo cromado, vermelho e prata. Utilizado por muitos fabricantes de amplificadores da época, foi a adoção pela Vox para o AC30 que garantiu a entrada do Blue para a história.

O Celestion Alnico Blue possui um caráter limpo e alegre, com graves cuidadosamente controlados e agudos brilhante que continuam populares e conhecidos até hoje. Utilizado numa caixa de 12″ ou 2×12″, essa lenda da música se adequa aos mais diferentes estilos.

Aqui vão alguns vídeos comparativos de alguns alto-falantes. Tem alguns não-Celestion no meio, mas vocês já podem notar a diferença. Na minha opinião, poucos alto-falantes fazem frente aos Celestion (alguns modelos específicos de fabricantes específicos apenas).

Celestion V30 vs G12H30 vsG12T75 vs K100

Celestion speaker shootout. V30 vs G12H30 vs Marshall heritage

Bom, confesso que não são baratos. Custam a partir de uns 100 dólares nos EUA, e por serem pesados, por aqui não saem menos de 400 reais. Um Alnico Blue dificilmente sai por menos de R$ 1000,00. Mas valem cada centavo!

Imagine um ampli tipo os Blackstar de 40W. Ele vem com um Celestion basicão – coloque um Vintage 30 nele, por exemplo e veja o que acontece. Tasqueopariuzis!

Esse post não é jabá, fora o fato de eu ter um par de Vintage 30 que vou botar pra vender aqui no Growl em breve. Os Celestion são realmente impressionantes em se falando dos melhores timbres.

Fiquem de olho!

Um comentário em “Alto-falantes Celestion

  1. Pingback: Alto-falantes Celestion Vintage 30 à venda Growl Pedais e Efeitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *